Gramatura de papel: tudo que você precisa saber!

Share on facebook
Share on linkedin
Share on pinterest

Na hora de enviar seu material para a gráfica é importante definir em qual tipo de papel você quer produzi-lo. Essa decisão faz toda a diferença no produto final, principalmente porque cada um tem uma gramatura diferente. Para ajudar você a fazer sua escolha, hoje vamos falar um pouco mais sobre o que é e qual o impacto dela no seu projeto.

O que é gramatura de papel?

É utilizada para estipular a densidade e peso do papel, geralmente representada assim: 100g/m², sendo que a medida g/m² simboliza as gramas por metro quadrado. 

A gramatura é muito confundida com a espessura, mas na verdade é completamente diferente, já que a consistência dos papéis pode variar. Isso acontece porque a compactação das fibras da folha é diferente de uma marca para outra. Se você quer identificar a gramatura, precisará de uma balança de precisão e, com ela, será capaz de medir o peso por metro quadrado e fazer a classificação. 

Quais são os tipos?

Conheça quais são as gramaturas mais comuns e entenda quais são as melhores para os seus impressos:

  • 35g a 55g: utilizadas comumente para jornais e bobinas de máquina de cartão. Medidas menores do que essas são raras.
  • 50g a 63g: normalmente compõem blocos de orçamento e notas fiscais;
  • 75g a 80g: papéis timbrados, panfletos, receituários em offset ou couchê são produzidos com essas gramaturas;
  • 90g a 115g: são as populares folhas A4 sulfite, comuns em escritórios, escolas, casas e, também, na hora da confecção de flyers, panfletos e outros;
  • 120g a 150g: o papel com 120g/m² é muito incomum. Já o de 150g/m² é aplicado na hora de fazer capas de revista, folhetos, flyers, folders e panfletos de resistência maior;
  • 180g: cartolinas, cartões caseiros, sacolas de papel. Essa é a espessura máxima suportada pelas impressoras caseiras;
  • 210g a 300g: cartões de visita, convites, cartões-postais, cartões de aniversário, capas de livros, calendários e outros impressos que pedem por mais durabilidade;
  • Acima de 300g: raramente são feitos materiais com essa medida.

Como a gramatura afeta a qualidade dos impressos?

Agora que você já tem um conhecimento maior sobre o assunto, entende um pouco mais sobre cada tipo de impresso, já pode escolher com mais assertividade o melhor papel para o seu projeto. 

Se você ainda está se perguntando: qual o impacto real da gramatura para o projeto que eu tenho? Entenda que, cada peça tem sua finalidade, por isso tem uma necessidade de qualidade e durabilidade e é aí que ela faz a diferença. 

Por exemplo: um cartão de visita precisa ter uma boa durabilidade, já que será muito manuseado. O miolo de uma revista ou livro, pode ter uma espessura menor, já que estará envolto por uma capa protetora. Tudo depende do seu objetivo final!

Precisa de um material gráfico de qualidade? Fale com a Quatrocor! Nós somos uma gráfica especializada em tornar a sua impressão em realidade. Entre em contato conosco e peça já um orçamento. 

Gráficas