Elementos visuais e a influência no comportamento do consumidor

Share on facebook
Share on linkedin
Share on pinterest

Fazer uma marca se destacar é uma tarefa árdua para muitos pequenos empreendedores. Principalmente porque hoje, segundo o Sebrae, existem cerca de 6 milhões de pequenos negócios registrados no Brasil. 

Portanto, para sobreviver em um mercado tão competitivo, as empresas têm de investir forte em maneiras de atrair, envolver e reter o público. Integrando as estratégias de marketing, o design gráfico ajuda a formar percepções positivas, além de fazer as pessoas lembrarem e escolherem uma marca em relação a outras.

Por isso, selecionamos nessa matéria alguns estudos que mostram como os elementos visuais influenciam as decisões de compra e o comportamento dos clientes para que você compreenda a importância em alguns materiais. 

O poder das cores para os clientes

A psicologia das cores é real, mas não é uma ciência exata. Ela estuda a forma como o nosso cérebro transforma a percepção das cores em sensações, estimulando as nossas emoções sobre aquilo que vemos. 

No entanto, é claro que o azul claro ou o vermelho carmesim não provocam exatamente a mesma reação em duas pessoas diferentes. Isso pode se dar por diversos fatores como a cultura, contexto, experiências e preferências pessoais distintas. 

Ainda assim, as cores possuem influência na percepção dos clientes sobre os produtos e marcas, especialmente quando se trata de uma primeira impressão. Segundo o estudo “A influência das cores na decisão de compras“, 81% das pessoas consideram que as cores utilizadas nas embalagens sempre ou eventualmente chamam a sua atenção. 

As cores quentes como amarelo, vermelho e laranja, por exemplo, são responsáveis por sentimentos como paixão, entusiasmo, alegria e também raiva, ódio e exaustão. Já o grupo de cores frias, incluindo o verde e azul, transmitem calma e profissionalismo ou ainda tristeza, depressão e sonolência.

Compras por impulso e os elementos visuais

Falando em um nível mais básico, a melhor maneira de fazer alguém comprar seu produto é garantindo que essa pessoa o veja, especialmente quando falamos em compras por impulso. Se o cliente consegue ver e encontrar um item facilmente ao passar pelos corredores, é mais provável que ele compre sem pensar duas vezes.

De acordo com o estudo “A hora certa de ativar o shopper” realizado pela Nielsen, em média 70% das decisões de compra são realizadas na frente da gôndola. Além disso, a pesquisa apontou ainda que 50% das compras funcionam no piloto automático, revelando a frequência desse tipo de aquisição impulsiva.

Portanto, para que um produto faça parte desses itens, a estratégia de merchandising é essencial. É necessário posicionar as peças em locais estratégicos como pontas de gôndola, ilhas promocionais, cross merchandising, check stand ou com comunicações de destaque na própria prateleira. 

Para a indústria, materiais de marketing para o ponto de venda também se mostram necessários como testeiras, réguas de gôndola, wobblers, displays e muito mais. 

Tudo isso serve para atrair o olhar e a atenção do comprador, incentivando-o a adquirir os determinados produtos. Assim, enquanto caminha pelos corredores, ele tende a deslocar sua visão para as áreas com decoração chamativa.

Design gráfico aumenta a familiaridade da marca

Uma pesquisa realizada pela empresa de consultoria Pragma e publicada na Forbes revelou que, apesar de realizarem as pesquisas online, 53% dos compradores preferem tomar a decisão de compra na própria loja. 

Isso poderia ser ótimo, se não fosse pelas dezenas de milhares de marcas e produtos parecidos com o seu no mercado superconcorrido de hoje. Para as empresas entrantes, oferecer um item de alta qualidade pode não ser suficiente para mantê-lo na mente dos clientes. É necessário criar valor, torná-lo um objeto de desejo e é nesse momento que entra o design gráfico.

Quando bem trabalhados, os elementos visuais, desde o logotipo, até o esquema de cores e escolha das fontes, são capazes de conquistar o público e fazer com que a marca se destaque na prateleira. Como resultado, você será capaz de aumentar a conscientização das pessoas, ser visto como uma referência no setor, aumentar as conversões e melhorar as vendas! 

Apelo com imagens e elementos visuais

Você já se perguntou por que os livros infantis contêm tantas imagens? Bem, há uma boa razão para isso, ou melhor, 60.000 razões. De acordo estudo da empresa 3M, nosso cérebro é capaz de processar imagens 60 mil vezes mais rápido do que textos. 

Portanto, vale afirmar que os elementos visuais como imagens e figuras possuem um papel importante na tomada de decisão. A Inc afirma ainda que as pessoas têm 85% mais chances de comprar um produto após verem uma imagem ou assistirem um vídeo do produto.

A experiência de compra e o comportamento do consumidor são altamente influenciados por elementos visuais. A exposição dos produtos, embalagens, uso da cores e outros fatores afetam a maneira como os clientes reagem e, consequentemente, fazem suas compras. 

Por isso, investir em práticas de merchandising e em materiais promocionais impressos ainda é uma estratégia muito importante para melhorar a experiência do público e elevar as vendas das empresas. 

Além disso, lembre-se: construir uma marca não significa apenas gerar mais vendas em um curto período de tempo e sim tornar-se relevante para seus clientes e fazer com que eles escolham você em relação aos seus concorrentes. O design gráfico e os elementos visuais podem ajudá-lo a conseguir isso!

Pronto para investir nos materiais gráficos da sua empresa? Conte com a Quatrocor para a produção de diversos produtos com qualidade e agilidade. Nossos profissionais podem auxiliá-lo em todas as etapas de pré-impressão, impressão, acabamento e logística. Entre em contato conosco e solicite um orçamento sem compromisso!

Gráficas