Como escolher o papel ideal para o meu projeto impresso?

Share on facebook
Share on linkedin
Share on pinterest

Todo mundo sabe que é o papel é um dos elementos mais importantes na hora da impressão de um material. Mas você sabe qual é o tipo de papel ideal para o seu projeto? Atualmente existem diversos tipos de papel, cores e tamanho de folhas no mercado, por isso, vamos te ajudar a entender mais sobre todas essas opções.

Primeiramente, é interessante pensar que o melhor papel vai ajudar a comunicar a ideia do seu projeto. A escolha certa ajuda no desempenho criativo do seu projeto e também na economia e impacto que o material vai causar em quem estiver lendo a mensagem.

Dentro do mercado gráfico, existem centenas de tipos de papel, cada um conta com sua especificação diferente e características muito particulares que podem atribuir valores específicos ao seu produto final. 

Quando você for escolher um tipo de papel para impressão leve sempre em consideração de alguns detalhes importantes na comunicação. Isso pode ser feito através de alguns questionamentos para você fazer logo no início da tomada de decisão. 

Qual a sua estratégia de marketing? 

Essa é uma das perguntas mais importantes que precisam ser respondidas logo de cara. Afinal de contas, é a fase da decisão, da escolha do poder e da interação de impacto que a sua marca precisa causar. Responda as perguntas:

  1. Qual o objetivo desse material gráfico? Que tipo de impacto quero causar com esse impresso?
  2. Será entregue em mãos? Será enviado pelo correio?
  3. Qual o motivo desse impresso?
  4. Qual a finalidade e uso desse impresso?
  5. Qual a verba destinada para esse projeto?

Para cada resposta às perguntas acima, existe um tipo de papel adequado para o uso. Na verdade, o impacto final da comunicação é uma relação de custo e benefício muito clara. Ou seja, o alinhamento do objetivo da comunicação é o ponto de partida para a tomada de decisões sobre a escolha do papel.  

Quer saber como escolher o papel ideal para o seu impresso?

Confira as características de cada tipo de papel.

tipo de papel duplex embalagem
Duplex e Triplex são os papeis ideais para embalagens.

Gramatura

Para dizer de forma simples, a gramatura define se a folha é mais leve ou pesada. O peso costuma variar entre 50 e 350 gramas.

Para escolher o papel ideal é fundamental levar essa característica em consideração, pois certos impressos necessitam de um material mais resistente como, por exemplo, os cartões de visita que são normalmente produzidos com papéis de 250 a 300 g. Já as notas fiscais ou documentos simples podem ser feitos com papéis em gramatura mais baixa (75g).

Tipos

Off-set: é um dos mais utilizados pelo baixo custo, sendo o papel ideal para produções mais simples e de grande escala. Possui superfície uniforme, cor branca e fosca.

Indicado para: newsletter, papéis para anotações, formulários de cadastro, fichas administrativas, papelaria institucional, tal como: papéis de carta, envelopes, receituários etc.

Duplex: tipo de papel ideal para a confecção de embalagem e tem como características principais a espessura e a resistência, por isso as gramaturas vão de 250 a 350g. 

Indicado para: cartuchos de perfumes, caixas específicas, embalagens de produtos, entre outros.

Couché: pode ser encontrado nas versões com brilho ou fosco é um material resistente. Esse papel apresenta textura bem lisa e gera um efeito refinado. No momento de escolher entre o couché brilho ou o fosco pense no tipo de impresso que será produzido, pois o brilho pode gerar um efeito mais moderno.

Indicado para: folhetos institucionais, folders de apresentação corporativa, catálogo de produtos, revistas e até mesmo em jornais mais elegantes e direcionados, cartões de visitas etc. 

Supremo: por ser extremamente liso e resistente, o supremo é considerado um papel mais nobre, muito procurado para produções de alta qualidade que precisam de firmeza e refinamento. As gramaturas seguem o padrão do tipo duplex.

Indicado para: convites, comunicados especiais, cartões de visitas, entre outros. 

Triplex: similar ao duplex, porém mais firme e com o diferencial de que o verso é branco e não cinza, como no duplex. É recomendado para projetos que necessitam de um reforço em sua estrutura.

Indicado para: cartuchos de perfumes, caixas específicas e embalagens de produtos que necessitam de resistência e um melhor acabamento de impressão. 

Já conseguiu escolher o papel ideal para o seu projeto? Conte com a Quatrocor para te orientar e conduzir toda a produção do seu impresso. Aqui usamos os melhores materiais e técnicas gráficas.

Gráficas