Impressão offset: tudo que você precisa saber sobre!

Share on facebook
Share on linkedin
Share on pinterest

Ao buscar os serviços de uma gráfica, inicialmente é comum ter dúvidas relacionadas ao processo de impressão. Mesmo com toda a evolução do mercado gráfico, bem como a facilidade da impressão digital, o método mais adequado para grandes tiragens continua sendo Offset.

O que você entende como impressão offset? Quais os benefícios que essa forma de impressão vai trazer para o seu negócio? O sistema de impressão mais utilizado até hoje é o sistema offset, principalmente utilizado para impressões de grande e média quantidade, o offset oferece uma boa qualidade e é feito com grande rapidez. 

A impressão offset é um dos processos de impressão mais utilizados desde a segunda metade do século XX. Ele garante boa qualidade para médias e grandes tiragens, além de imprimir em praticamente todos os tipos de papéis e alguns tipos de plástico (especialmente o poliestireno).

O que é uma impressão offset?

impressão offset o que é

Diferente da impressão digital, indicada para menores tiragens, a impressão offset trabalha com impressão de larga escala, ou seja, em produções com um número mais elevado de materiais, sejam eles cartões de visita, envelopes, flyers, folders, catálogos, entre outros materiais gráficos.

A expressão “offset” deriva da expressão “offset litography” (que significa, na tradução literal, litografia fora-do-lugar), faz uma menção à impressão indireta (na litografia, a impressão era direta, com papel tendo contato direto com a matriz). 

A impressão offset é ideal para as impressões de grandes tiragens, já que o papel corre pela máquina e não precisa de nenhuma intervenção humana enquanto o processo é feito. Porém, não é o humano ainda é necessário, porque a máquina precisa de vários ajustes durante a impressão, seja na quantidade de tinta e água ou seja na hora em que um impresso for ter mais de uma cor. 

Se você está se perguntando como o impresso por offset pode ter mais de uma cor, se vai apenas uma no cilindro? Bem, é simples, os impressos são feitos geralmente feitos com o sistema CMYK de cores, isso significa que cada cor é impresso separadamente. Utilizando as retículas, todas as cores são impressas separadamente e mais tarde nossos olhos é que vão ver a cor planejada. 

Como a impressão offset funciona? 

A impressão offset é uma impressão indireta: ou seja, a imagem não é impressa diretamente no papel. Isso acontece porque a superfície da chapa onde a imagem está é lisa e teria pouca fricção com o material e isso deixaria tudo borrado. 

Veja como funciona o processo da impressão offset:

Primeiro: pega-se uma chapa metálica que é preparada para se tornar fotossensível. A área protegida pela luz acaba atraindo a tinta, enquanto o restante atrai apenas água, que não chega no papel. 

Segundo: a chapa é presa em um cilindro. Esse cilindro vai rolar por um outro menos que contém a tinta. Pode ser da cor ciana, magenta, amarela ou preta. A tinta “colar” na imagem, enquanto o restante fica em “branco”.

Terceiro: um cilindro com uma blanqueta de borracha rola em cima do primeiro cilindro – com a chapa já pintada -. A blanqueta vai absorver melhor a tinta além de proporcionar uma melhor fricção ao papel. Agora, a imagem está impressa na blanqueta.

Quarto: o papel passa entre o cilindro com a blanqueta e um outro cilindro que vai fazer pressão. Assim, a imagem é transferida da blanqueta para o papel. Ou seja, a chapa imprime na blanqueta, que imprime no papel. 

Tipos de impressoras offset


Na impressão offset, as impressoras podem ser planas ou rotativas. Isso quer dizer que pode utilizar folhas soltas (planas) ou bobinas de papel (rotativas). 

O sistema de bobinas, por exemplo, é utilizado na indústria da produção de jornais por ser muito mais rápido — em média 30.000 cópias por hora — porém a qualidade é menor que nas impressoras offset planas, que por sua vez são mais usados para imprimir cartazes, livros, folhetos, folders, etc. 

Existem também impressoras rotativas de alta qualidade, disponíveis apenas em gráficas muito grandes e usada principalmente para impressão de revistas de alta tiragem.

Outros benefícios da impressão offset

  • Com relação ao custo, sem dúvida é a impressão mais econômica, para atender médias e grandes tiragens;
  • Permite uso de Pantones, o que pode garantir a fidelização de cores dos impressos, se isto for um fator de relevância para a produção final;
  • Versátil, o processo de impressão offset permite também a impressão em alguns materiais rígidos, como papelão, por exemplo, além de imprimir qualquer espécie de papel e gramatura até cerca de 400gr.

A impressão offset é extremamente utilizada para a produção de materiais até hoje porque apresenta inúmeras vantagens que nenhum outro tipo de máquina pode oferecer.

Além disso, a qualidade de impressão é superior aos outros métodos, já que a tinta, quando aplicada, penetra no substrato. O sistema também permite uma grande variedade de trabalhos personalizados e tintas com cores especiais, como o metálico e fluorescentes.

O método offset também possibilita a impressão em maior número de substratos e suporta grandes formatos de impressão. Ele também oferece uma alta velocidade na hora de imprimir, que pode atingir milhares de folhas por hora.

Por conta de todas as vantagens citadas, o modelo offset ainda é extremamente utilizado e indispensável para a produção de um bom material gráfico.

Impressão digital vs. Impressão offset


Mas, afinal de contas, como escolher entre as duas? Para se decidir entre impressão digital vs impressão offset, você vai precisar analisar algumas particularidades da arte em questão.

Cada sistema oferece vantagens diferentes, e são mais indicados para certos tipos de demanda. Basicamente, você vai precisar pensar na quantidade e nos tamanhos que a peça requer. Entenda os prós de cada processo para saber como escolher.

Ao contrário da offset, a impressão digital não possui o custo fixo, apenas o variável. Portanto, é mais indicada para provas e pequenas tiragens, uma vez que você não vai ter um gasto alto para imprimir poucas cópias (como no caso da offset, devido ao custo fixo).

Também existe um ganho de tempo na produção. Como não exige um preparo anterior, para pequenas quantidades, é mais rápido fazer a impressão digital, uma vez que esta dispensa a preparação das chapas.

A impressão digital também tem uma grande vantagem: o uso de dados variáveis. Imagine que você precisa imprimir uma peça cujas informações variam, como um panfleto de um espetáculo de dança que terá várias apresentações, em lugares, dias e horários diferentes, por exemplo.

Se optar pela offset, para cada apresentação você precisará fazer a troca de chapas, adaptando esses dados variáveis na arte. Isso gera um custo alto. Portanto, em casos como este, a digital é mais indicada, uma vez que, para modificar o que for necessário, é só adaptar o arquivo no computador, sem custos extras desnecessários.

Por último, mas não menos importante, a pergunta que não quer calar: há diferença de qualidade no produto final entre impressão digital vs impressão offset? A resposta é que sim!

Devido à natureza dos seus processos, a offset reproduz melhor as cores, e produz sim uma imagem superior em qualidade. Mas, com a tecnologia que não para nunca, há impressoras digitais cada dia melhores no mercado. O ideal é garantir a qualidade do seu fornecedor, que entregará um ótimo produto independentemente do tipo de impressão pela qual você optar.

Porém, se você quer garantir mesmo a qualidade da impressão material, fale com a Quatrocor! Somos especialistas em entregar um material de qualidade com rapidez.


Gráficas