Descubra como criar o cartão de visitas perfeito!

Share on facebook
Share on linkedin
Share on pinterest

Como fazer um cartão de visitas ideal?

Para você entender melhor, o cartão de visitas é a forma como você se apresenta para as outras pessoas. Isso é importante, porque ele pode ser a primeira impressão que você vai trazer para um parceiro ou possível cliente.

O cartão de visita personalizado ainda é um dos materiais mais utilizados para os negócios, pois, além de fornecer as informações sobre o seu serviço, ele é capaz de passar mais profissionalismo dentro do mercado. Porém, para que o seu cartão cause uma boa impressão para os seus clientes e parceiros é necessário tomar certos cuidados

Quer saber como fazer um bom cartão de visitas? Confira nossas dicas!

Escolha o formato do seu cartão de visitas

O cartão de visitas pode possuir diversos tamanhos. O formato mais utilizado é aquele com a medida 9 cm X 5 cm. Essa dimensão apresenta uma variedade de vantagens, tais como: é do tamanho certo para colocar na carteira e nos bolsos da camisa ou da calça. 

Mas, isso não quer dizer que você não pode fazer o seu cartão de visitas de um tamanho ou formato diferente. Apenas se atente para não fazer um cartão pequeno demais, que se perca facilmente ou seja tão grande que fique difícil de guardar. 

Gramatura e tipo de papel

A gramatura do papel é uma medida técnica, ele define a “dureza” do papel escolhido. Mas, na verdade é nada mais, nada menos, do que as gramas que existem por metro quadrado daquele papel. 

Quanto mais gramas, mais pesado e mais duro ele será. Para cartões de visitas, o indicado é a gramatura mínima de 200g/m2. Porque, com menos que isso, o cartão fica mole, com aparência pouco profissional e sem qualidade

O tipo de papel mais comum na hora de fazer cartões de visitas é o couché fosco, já que ele passa bastante sobriedade e profissionalismo. O uso do papel couché brilhante dá um ar um pouco popular, por isso não é recomendado.

Em alguns segmentos do mercado, pessoas gostam de utilizar o papel vergê, que passa uma imagem de tradição e é visto como artesanal. Também há aqueles que utilizam papeis artesanais especiais, com texturas vegetais e reciclados. E podem ficar muito bonitos, tudo depende do seu propósito.

O que nos leva ao próximo passo…

Alinhe o projeto com o seu propósito 

Sem dúvida alguma é bem interessante investir na criatividade no momento de desenvolver um cartão de visita personalizado. Todavia, é preciso estar atento para que esse desejo por inovação mantenha-se alinhado com os propósitos da sua empresa. Afinal, é indispensável que todo o planejamento de design esteja relacionado com a sua marca.

Por conta disso, se você é um advogado não cairia bem fazer um cartão de visita personalizado muito colorido e cheio de elementos como flores ou ilustrações, da mesma forma que não combinaria uma composição escura e séria para uma agência de viagens ou uma loja de roupas. Portanto, é possível criar algo diferenciado da concorrência, mas é fundamental que a sua peça gráfica reflita aquilo que está oferecendo.

Tome cuidado com a quantidade de informações

A razão para isso é lógica: seu cartão é pequeno, logo, fica esteticamente inviável enchê-lo de informações. Sem mencionar que a ideia desse material é dar condições para que as pessoas entendam o seu serviço e te busquem para obter mais detalhes. 

Sendo assim, por outro lado, a falta de dados também é um problema, então lembre-se de inserir tudo que for relevante, como por exemplo: nome, logotipo, cargo, telefone, e-mail, site, endereço físico entre outros. Só assim poderá ocorrer um simples contato ou até mesmo um pedido de orçamento.

Evite erros

Não errar no conteúdo desse impresso é essencial para evitar prejuízos ou equívocos que comprometam a sua credibilidade. Dessa forma, dê atenção a todos os elementos colocados, verifique se o endereço está correto, se o telefone é atual ou se não há erro de digitação. Saiba que é muito importante que o seu cartão de visita personalizado tenha todos os dados atualizados, pois caso contrário você pode acabar perdendo um possível cliente.

Fuja dos exageros

O cartão de visita personalizado, como o próprio nome diz, será feito sob medida para uso pessoal ou empresarial. Contudo, não é só porque ele é seu que deve ser feito de acordo com seu gosto em particular. Por isso, seja cuidadoso com a escolha do layout das cores e das fontes, procurando ter bom senso para não exagerar ou elaborar algo sem graça. Para isso, a dica é procurar um bom designer. 

Invista em uma impressão perfeita

A criação do seu cartão de visita personalizado será em vão se você não investir em uma impressão adequada, pois quando o acabamento gráfico fica mal feito, o público passa a ter uma sensação ruim sobre a sua marca, inconscientemente considerando que o seu serviço também é desleixado. Para evitar essa situação, procure uma gráfica que imprima o seu material com toda a qualidade que ele necessita. 

Acabamentos diferenciados

Na hora de criar o seu cartão de visitas e finalizar ele, você pode optar por uma quantidade de acabamentos que podem dar um ar de sofisticação e deixar ele mais moderno. Cantos arredondados, laminação fosca e outros pequenos toques que podem fazer a diferença.

Mas, mais uma vez, cuidado quando estiver fazendo seu cartão, pense bem no seu segmento. Um cartão de visitas para advogados é diferente de um cartão de visitas para manicures. Então, fique sempre atento!

Agora que você sabe a importância de todos esses tópicos, que tal deixar a impressão com a Quatrocor? Somos uma gráfica com a expertise que o seu material merece!

Gráficas