9 dicas para montar o seu visual merchandising

Share on facebook
Share on linkedin
Share on pinterest

Algumas coisas são fundamentais para o sucesso das empresas, correto? Variedade de produtos, excelência no atendimento ao cliente, ótima gestão, preços competitivos. Um desses fatores é visual merchandising. Afinal, já parou para pensar o quanto que isso influencia a forma como seus clientes veem sua loja?

Visual merchandising é uma estratégia que valoriza os produtos, marcas e o próprio ponto de venda para atrair clientes e estimulá-lo a fechar a compra. Ele combina ações de marketing e comunicação visual, além de arquitetura e design de interiores. Ajudando a criar uma identidade para a loja e personalizar o ambiente. 

É cada vez mais necessário investir em técnicas certeiras a fim de chamar a atenção de todos que passam em frente ao seu estabelecimento. Dessa forma, as pessoas se sentem a vontade de conhecer sua loja por dentro e, consequentemente, de comprar seus produtos.

Para isso, veja 9 dicas de visual merchandising para o seu ponto de venda!

  • Conheça seu público

Você conhece os clientes da sua loja? Se sim, fica mais fácil de pensar em estratégias de atração mais eficientes. Se você ainda não tem esses dados, faça pesquisas com seu público e colete dados importantes para entender quem é o seu cliente.

Pensando no visual merchandising, especificamente, o conhecimento permite que você desenvolva materiais baseados no estilo e nas referências corretas. Você também pode adotar tendências e modelos que vão chamar ainda mais a atenção dos consumidores em potencial para sua loja, aumentando suas vendas.

  • Busque um tema

Dependendo do seu estabelecimento, invista em materiais temáticos. Pense em um tema que esteja de acordo com sua loja e seu público-alvo. Dessa maneira, você transmite instintivamente permite que, quem entre na sua loja, percebam logo sua identidade visual. Uma decoração que é centralizada em um tema chama mais atenção e demonstra personalidade.

Você ainda pode montar seu visual merchandising a partir das peças, estilos e cores que harmonizam entre si. Além das peças tradicionais, experimente apostar em datas comemorativas como tema em suas respectivas épocas.

  • Saiba trabalhar cores

A ideia do visual merchandising e de toda sua estética é incentivar seu cliente a comprar produtos diferentes. Não se esqueça de que os produtos são as estrelas da sua loja, portanto invista em vários tipos de displays, com cores chamativas e brilhantes.

Já nas vitrines, procure deixar que os produtos se destaquem, então quando for colocar peças de visual merchandising, coloque cores mais neutras e mensagens grandes. Aposte também em tons que contrastem com os itens expostos.

  • Não exagere na decoração

A dica que fica aqui é: menos pode ser mais. Não é legal poluir o ambiente com materiais de visual merchandising. Além de tirar o foco dos itens expostos, isso também causa poluição visual e uma má impressão para sua loja.

No pior dos casos, a decoração em excesso pode até repelir clientes em potencial. Para evitar o problema, faça testes com diferentes itens de visual merchandising até encontrar um equilíbrio de cores e elementos. Além disso, tente se colocar no lugar do cliente e faça análise sobre a aparência da loja.

  • Pense na loja como um todo

Coerência é um ponto importante no visual merchandising. Quando pensamos nisso, veja a experiência total do cliente dentro da sua loja, considerando o próprio espaço do estabelecimento em sua totalidade.

Assim, você otimiza a jornada do seu cliente dentro da sua loja. Desde a entrada até a finalização da compra, como pensar em táticas que funcionem em todos os momentos. Para tanto, não pense apenas em objetos de decoração, vá além.

  • Não esconda preços

Uma pessoa interessada em determinado modelo de mobiliário sempre terá curiosidade em saber o preço do produto. Portanto, não faz sentido ter de ir atrás de um vendedor toda vez que precisar conferir essa informação. Apesar disso, alguns lojistas insistem em esconder valores dos produtos, especialmente aqueles com preços mais altos.

Se você quer atrair consumidores, permita que eles tenham autonomia para avaliar quais os produtos que são mais interessantes para eles mesmos. Isso inclui dados básicos, como: preço, informações relevantes e materiais. Isso facilita a leitura do cliente, essa solução permite que você destaque aqueles itens que estão com ofertas, promoções, para qualquer pessoa que passe pelo seu estabelecimento.

  • Sinalize áreas importantes

Sinalizar os ambientes é interessante para permitir que os clientes identifiquem diferentes setores dentro da loja e encontrem tudo que for necessário, sem grandes dificuldades. Para colocar isso em prática, é indicado colocar placas contendo setas, símbolos que representam uma atividade específica e, ainda, tipos de luzes para destacar.

Quanto tudo estiver pronto, caminhe ao redor da sua loja para certificar que os espaços que você quer sinalizar. Dessa maneira, seus consumidores evitam perder tempo buscando ajuda ou fazendo percursos indesejados.

  • Valorize pontos quentes

Toda loja de móveis tem seus pontos quentes ou “hot points”, nada mais são do que os locais de maior visualização no ponto de venda. Por serem facilmente percebidos pelo público. São ótimos pontos de atração e devem ser valorizados.

Por exemplo, a vitrine da loja é um hot point poderoso que, quando bem trabalhado, pode representar uma parte importantíssima para fazer sucesso na venda. Logo, nela você deve expor os produtos-chave do seu negócio, bem como anúncios promocionais em cada época.

Outro ponto quente, é a área do caixa. Enquanto ficam nesse local para realizar trocas, fazer pagamentos ou obter informações, os clientes acabam prestando mais atenção nas peças que estão em volta.

  • Aposte em embalagens memoráveis

A experiência com a empresa não acaba na hora do pagamento. As embalagens têm papel importante na hora de encantar o cliente e o acompanham até em casa. Por isso, aposte em embalagens com design inovador, que levam a identidade do seu estabelecimento.

A embalagem pode ser o primeiro contato que o comprador tem com o produto e, sozinha, fazer com que ele prefira um produto antes mesmo de conhecer o que tem dentro.

Podemos dizer que o visual merchandising trabalha com técnicas e detalhes que melhoram a experiência do consumidor. Para que ele se sinta atraído pela sua loja e se sinta atraído a fazer uma compra.

Gráficas